Ir para o conteúdo [1]

País estagnado: um retrato das desigualdades brasileiras 2018

Compartilhe:
O relatório produzido pela Oxfam Brasil aponta que pela primeira vez durante anos a distribuição de renda no país estagnou. A pobreza no país agravou e teve fim a dinâmica de convergência entre a renda de mulheres e homens – o primeiro recuo em 23 anos. Também recuou a equiparação de renda entre negros e brancos até chegar à estagnação, que completa atualmente sete anos seguidos. São retrocessos inaceitáveis, especialmente em um país onde a maioria populacional é de mulheres e negros.

Fonte: Oxfam Brasil
Fazer download da publicação [4 MB]