Ir para o conteúdo [1]

Como promover mais lideranças femininas nas empresas

Compartilhe: google-plus linkedin print
Foto de uma mulher asiática, em pé, com uma prancheta na mão direita. Ela tem cabelos longos e lisos grisalhos, usa batom vermelho e veste um blazer vermelho sobre uma blusa branca.

O número de mulheres na liderança das empresas aumentou 10% nos últimos 15 anos. No cenário global, apenas 29% delas ocupam cargos do alto escalão. Os dados, que fazem parte da pesquisa Women In Business feita pela Grant Thornton, evidenciam o grande desafio enfrentado pelo mercado corporativo para alcançar a equidade de gênero nas posições de maior poder dentro das organizações.

Para estruturar ações afirmativas eficazes é necessário contemplar os diferentes momentos da trajetória profissional, além de ter um ambiente corporativo que seja acolhedor e que ofereça oportunidades iguais de desenvolvimento.

Com base nas melhores práticas empresariais, o MM360 desenvolveu o e-book Atração, desenvolvimento e promoção de lideranças femininas. As dicas apresentadas na publicação são inspiradas no trabalho feito pelas empresas associadas e com apoio de diversos estudos que ajudam a entender o cenário atual no Brasil e globalmente.

Confira algumas das diretrizes mais relevantes para acelerar a chegada delas ao topo:

  • Criar oportunidade de networking informal em horários de trabalho;
  • Dar visibilidade e reconhecimento às mulheres por tomadas de decisões;
  • Fornecer feedback focado em sagacidade negocial e no impacto das métricas de negócio, não apenas em comunicação e estilo;
  • Orientar sobre carreira e coaching que contestem autopercepções negativas e demonstrem que o progresso é conquistável;
  • Ter consciência e buscar neutralizar vieses inconscientes em todos os processos da empresa.

Faça o download do e-book e confira o conteúdo completo em https://bit.ly/3ui3zVs.

Quer mais dicas? Ouça o sétimo episódio do MM360Cast e fique por dentro de cases da PwC, VLI e Dow sobre como aumentar a presença feminina na liderança. O podcast do Movimento também está disponível no Spotify, Google Podcasts, Deezer e Apple Podcasts.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *