Ir para o conteúdo [1]
Você está em:

A equidade de gênero começa em casa

Compartilhe:

Durante o período de distanciamento social recomendado pelas autoridades devido à pandemia da Covid-19, os cuidados com a família e as tarefas domésticas frequentemente recaem sobre as mulheres.

Segundo dados do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), elas já executavam três vezes mais trabalhos não remunerados do que eles antes da crise na saúde mundial. A expectativa é de que essas tarefas se acumulem e as mulheres fiquem ainda mais sobrecarregadas.

A ONU Mulheres Brasil lançou, recentemente, a ação digital #ElesPorElasEmCasa (#HeForSheAtHome) com o objetivo de compartilhar fotografias de homens em atividades domésticas e cuidados familiares. Segundo a organização, a iniciativa deve mostrar como muitos estão lidando com a pandemia e inovando nas relações de gênero.

Em artigo para a revista Harvard Business Review, os pesquisadores acadêmicos David G. Smith e W. Brad Johnson falam sobre como essa é uma oportunidade para ampliarmos a equidade de gênero dentro de casa e, desta forma, impactar, também, o mercado corporativo.

“A crise atual está apresentando novas experiências para todos em casa e no trabalho – especialmente para os homens. Este é o momento para que eles se engajem na igualdade e na parceria de gênero de uma maneira que nunca vimos antes. Isso pode ser um catalisador para, finalmente, criar locais de trabalho equalitários para as mulheres”, afirmam Smith e Johnson.

Os dois também são autores do livro “Good Guys: How Men Can Be Better Allies for Women in the Workplace (Homens bons: Como os homens podem ser melhores aliados para as mulheres no local de trabalho, em tradução livre)” e trazem algumas recomendações para haver uma melhor aliança masculina nos ambientes domésticos:

Faça a sua parte na divisão das tarefas e cuidados infantis
Execute as atividades e não espere que a sua parceira faça uma auditoria de desempenho doméstico para avaliar o seu trabalho. E, caso ela diga que você precisa fazer mais, não fique na defensiva. Veja onde pode melhorar.

Assuma a tarefa emocional de identificar, planejar e organizar as necessidades, atividades e ocasiões especiais da família
As listas mentais que as mulheres criam para manter a família funcionando é mais um exemplo de trabalho não remunerado que elas realizam. Podem ser listas de compras, tarefas escolares, datas de aniversários, atividades para os feriados e até mesmo os cuidados com os animais de estimação. É algo aparentemente interminável. Os homens podem ajudar e ficar responsáveis por algumas delas.

Seja determinado ao priorizar as responsabilidades do trabalho e da família
Estabeleça limites entre trabalho e família, e faça o possível para cumpri-los. Defina algumas metas para sua atuação em casa, assim como é no seu trabalho. Você pode, por exemplo, definir os principais indicadores de desempenho (KPIs) para suas responsabilidades familiares. Isso o ajudará a se auto monitorar e garantir que você seja o pai e o parceiro que pretende ser.

Apoie a carreira da sua parceira sem restrições
Isso pode significar colocar sua carreira em espera, reduzir as responsabilidades atuais de trabalho ou alterar o horário do expediente para que sua parceira possa se desenvolver profissionalmente. Para estabelecer uma prioridade clara e compartilhada no cuidado dos filhos e das tarefas domésticas, alguns casais determinam dias específicos para cada atividade.

Seja um modelo de parceria para seus filhos
Dependendo da idade de seus filhos, explique como é importante conciliar o trabalho com a família. Seja transparente sobre como e por que as decisões são tomadas por meio de compromisso e equilíbrio para que nenhum dos pais fiquem sobrecarregados. Mostre a eles que você se importa com as tarefas domésticas e que isso não é um fardo. Sua atitude positiva mostrará a eles a importância de contribuir com essas tarefas, influenciando-os para o futuro.

Seja autêntico e transparente sobre sua situação atual em relação à família e ao trabalho
Isso inclui o gerenciamento transparente de sua agenda e disponibilidade diárias para que você possa priorizar as responsabilidades da família. Ao fazer home office com a casa cheia, por exemplo, é inútil tentar criar uma imagem de paz e serenidade. Aceite e normalize para você, sua família e seus colegas de trabalho, a sua situação. A autenticidade o torna mais eficaz em todas as suas funções.

Aproveite sua parceria em casa para criar conexão com os colegas no trabalho
Com a situação atual temos aprendido que falar sobre os desafios familiares e domésticos contribui na construção de relacionamentos, conexão emocional e redes de apoio. Por isso, compartilhe suas vitórias e contratempos na obtenção da integração entre a vida profissional e pessoal para que outras pessoas também se sintam confortáveis em compartilhar as delas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *