Ir para o conteúdo [1]

Mulheres continuam ganhando menos apesar de estudarem mais, revela ONU

Compartilhe:

A análise do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), feita e divulgada recentemente pela ONU, aponta que apesar de as mulheres estudarem mais no Brasil, recebem 41,5% menos do que os homens.

O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), que analisa indicadores como saúde, educação e renda com recorte de gênero, em 166 países, coloca o País na 79ª posição.

Em 2018, a renda nacional bruta per capita deles foi 70,9% maior que a delas. Com relação aos estudos, foi observado que as mulheres estudam 15,8 anos enquanto os homens, apenas 15.

O cenário brasileiro de diferenças de gênero no IDH é menos acentuado se comparado com outros países da América Latina e Caribe. A diferença é maior quando se trata de mulheres: no Brasil é de 0,757 enquanto a média na região é de 0,747.

Em uma análise geral, elas também ficam à frente dos homens nos critérios de saúde e educação. No entanto, com relação aos rendimentos, o gap é grande: eles receberam em 2018 U$S 18.004 e, elas, U$S 9.836.

Com informações do Valor Investe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *