Ir para o conteúdo [1]

5 ideias para celebrar a equidade de gênero no Mês da Mulher

Compartilhe:

Com o Dia Internacional da Mulher, o mês de março é oficialmente o período que as empresas mais se mobilizam para realizar iniciativas e campanhas para celebrar a equidade de gênero. No entanto, ao buscar novas ideias que valorizem a mulher, organizações receiam errar nas escolhas. Por esse motivo, a gestora executiva do Movimento Mulher 360, Margareth Goldenberg, elenca cinco ações para que o dia 08 de março seja mais significativo. Confira!

Fuja do clichê

Evite a entrega de brindes ou vale-presentes. Além de ser algo bastante comum, a ação está ultrapassada: na maioria das vezes, está conectada à beleza (ao serem ofertados vale spa, manicure e outros tipos de serviços relacionados ao cuidado da aparência) e à feminilidade (distribuição de flores e mensagens emocionais). Ao decidir o que fazer, pergunte-se: será que estas são as dimensões que queremos ressaltar para a nossa equipe? Será que não reforçamos o estereótipo de que a beleza e a feminilidade, por exemplo, são as principais contribuições que as mulheres trazem para o negócio?

Envolva todos os colaboradores

Crie iniciativas – que podem ser palestras, debates ou workshops – para fortalecer a conscientização dos colaboradores sobre o impacto da equidade de gênero e ampliação da cultura inclusiva.  Fale sobre barreiras visíveis e invisíveis (vieses inconscientes) que dificultam o avanço da liderança feminina, sobre masculinidade tóxica, ou realize painéis com mulheres inspiradoras de áreas diversas. A última edição da Forbes Brasil traz boas sugestões com a matéria “Mulheres mais poderosas do Brasil”. Lembre-se de incluir no painel mulheres com trajetórias exemplares de desenvolvimento que façam parte da própria empresa. Traga representatividade de raça (fundamental olharmos para as mulheres negras também!) e convide todos os colaboradores a participarem, não somente mulheres.

Empodere suas equipes

Use workshops para aprofundar temas relevantes para o desenvolvimento profissional feminino. Mindset para empoderamento, planejamento e preparação para a progressão de carreira, além de desafios comuns como equilíbrio entre família e trabalho, síndrome do impostor, networking, influência e presença executiva podem ser algumas das questões discutidas em formatos dinâmicos.

Compartilhe conhecimento

Presentear com livros sobre empoderamento feminino pode ser uma boa sugestão para transformar a vida das mulheres. As temáticas dos livros podem ser diversas:  mapeamento de talentos, transformação do sistema de crenças e mindset, como se livrar da síndrome do impostor, equilíbrio entre carreira e vida pessoal. Clarissa Medeiros, coach e mentora especializada em empoderamento feminino, sugere quatro títulos: Descubra seus Pontos Fortes, de Donald O. Clifton; Mindset – A Nova Psicologia do Sucesso, de Carol S. Dweck; Os Pensamentos Secretos das Mulheres de Sucesso, de Valerie Young; e A Terceira Medida do Sucesso, de Arianna Huffington.

Ratifique compromissos públicos com a equidade de gênero

Que tal aproveitar o mês de março para assinar os Princípios de Empoderamento das Mulheres (WEPs) da ONU Mulheres e Pacto Global e/ou associar a sua empresa ao Movimento Mulher 360? Ao fazer estas escolhas, divulgue em um evento interno os compromissos da corporação, e promova um debate com as organizações e colaboradores de todas as áreas.

É fundamental que estas iniciativas não sejam limitadas apenas à celebração do Dia ou do Mês da Mulher! Aplique estas medidas pela equidade de gênero ao longo do ano todo, com ações estruturadas para mensurar e ampliar a representatividade das mulheres em todos os cargos e áreas, combater a discriminação e o assédio e ampliar a cultura inclusiva.