Ir para o conteúdo [1]

Salário dos homens em 2017 foi 30% maior do que o recebido pelas mulheres

Compartilhe:

Apesar de a crise econômica vivida pelo Brasil ter contribuído para a entrada de mais mulheres no mercado de trabalho, elas continuam recebendo menos que os homens. Essa disparidade salarial foi reafirmada através de levantamento realizado pelo IBGE.

A pesquisa apontou que, em 2017, a média salarial dos profissionais do sexo masculino foi 29,72% superior ao salário recebido pelas mulheres. Enquanto eles receberam, em média, R$ 2.261 por mês, as trabalhadoras do sexo feminino foram remuneradas com R$ 1.743.

A taxa da participação feminina no mercado de trabalho, mesmo com maior escolaridade, é de 52,7%. A masculina, 72,5%.

O estudo cita, ainda, a divisão dos afazeres domésticos por gênero, nas residências ou casas de parentes e/ou cuidados com outros familiares, parentes ou não moradores. As brasileiras dedicaram, ao longo do ano passado, em média, 20,9 horas semanais enquanto eles utilizaram 10,8 horas para essas atividades.

Foi constatado que entre os 54,6% das mulheres que não conseguem arrumar emprego, a maioria apresentou como principal motivo a dificuldade em conciliar os cuidados dos afazeres domésticos, dos filhos ou de outro parente, com o trabalho.

Nota produzida com informações do R7.