Ir para o conteúdo [1]

AVON gera impacto positivo na vida de mais de um milhão de mulheres no Brasil

Compartilhe:

A pesquisa Impulso Avon: Impacto socioeconômico da Avon na vida da revendedora, realizada pelo Instituto Avon em parceria com a consultoria Plano CDE, demonstrou o quanto a empresa tem contribuído para o empoderamento econômico de mais de 1,5 milhões de mulheres no País.

A amostragem foi realizada com mil revendedoras da marca, seguindo uma distribuição aleatória de regiões e faixa etária, além de uma análise do perfil demográfico. Foi reproduzida, também, a pesquisa com um grupo de mulheres de perfil similar, mas sem vínculos com a Avon. Neste método, as diferenças encontradas são causadas apenas pelo fato de a pessoa ser ou não uma revendedora.

Os resultados do estudo apontaram que para 74% das entrevistadas a renda gerada através da revenda de produtos de beleza é essencial para ajudar nas contas domésticas, e para 55,4%, o trabalho traz autonomia para decisões de como gastar o próprio dinheiro.

Outro dado de destaque do Impulso Avon é que, para 89,4% das revendedoras ouvidas, ter uma renda própria ajuda as mulheres a saírem de relacionamentos abusivos, por exemplo, além de possibilitar a descoberta de caminhos para conquistar seus objetivos, aumentar a rede de contatos e gerar novas oportunidades de emprego e negócios para a família.

Além da rentabilidade, o modelo de negócios desenvolvido pela Avon impacta também na percepção que a mulher tem de si mesma: 95,2% delas passaram a acreditar no próprio potencial e 79,8% se sentem protagonistas de suas vidas.

“A Avon tem um objetivo claro: oferecer uma oportunidade democrática para que milhões de mulheres tenham acesso a uma renda própria e sejam bem-sucedidas. A pesquisa revelou o legado da Avon em cumprir esta missão e oferecer às mulheres os meios necessários para alcançar não só autonomia financeira, mas autonomia para tomar decisões sobre a sua própria vida”, comenta Ana Costa, Vice-Presidente Jurídica e de Relações Governamentais da Avon.

Após a pesquisa, a empresa, com o apoio do Instituto Avon, traçou metas para aumentar os indicadores de impacto até 2020 e continuar transformando positivamente a vida das revendedoras, aumentando para 94% o índice das mulheres que acreditam que ter sua própria renda contribui para a manutenção de relacionamentos mais saudáveis.