Ir para o conteúdo [1]

Vieses inconscientes são tema de guia realizado pelo Insper, PwC, Movimento Mulher 360 e ONU Mulheres

Compartilhe:

Diariamente, realizamos associações automáticas que resultam em suposições, julgamentos e atitudes em relação a outras pessoas. “Vieses inconscientes” (unconscious bias, em inglês) é a expressão utilizada para falar sobre essas associações que fazemos.

Para compartilhar conhecimento teórico e prático sobre os vieses, o Movimento Mulher 360, o Insper, o PwC e a ONU Mulheres lançaram a publicação “Vieses inconscientes, equidade de gênero e o mundo corporativo: lições da oficina ‘vieses inconscientes’”. Trata-se do primeiro guia corporativo lançado no Brasil sobre o tema, construído em parceria entre essas organizações em oficina promovida em 8 de junho de 2016, no Insper, em São Paulo (SP).

O material é um overview sobre vieses inconscientes, com foco em gênero e nas barreiras que esse mecanismo cria na equidade entre homens e mulheres na sociedade, principalmente no mundo do trabalho. Com base neurocientífica, construída em parceria com professor membro do Projeto Implícito Brasil, da Harvard University, o guia reúne os conhecimentos de outras organizações, como Microsoft, Accenture, Nestlé, Unilever e Google.

Para facilitar a compreensão do assunto, a publicação exemplifica, na prática, os vieses que todos temos e ajuda na real transformação. Além disso, aproxima o leitor por meio de atividades interativas que engajam na leitura pelo autodescobrimento e não só por informações teóricas.

Por que falar de vieses inconscientes?

Apesar de organizações e empresas avançarem na criação de políticas que impulsionam ambientes diversos e inclusivos, estudos mostram que as mulheres, assim como negras e negros, indígenas, pessoas com deficiência, entre outros, continuam sendo sub-representadas e enfrentam barreiras para alcançar todo o seu potencial.

Segundo o estudo, o fomento dessa discussão é importante para que possamos, gradualmente, quebrar algumas dessas barreiras. Apesar de ainda ser um início de diálogo no Brasil, o fato de termos grandes empresas percebendo a importância do tema e investindo em ações que abordem o assunto e tragam informação aos seus funcionários e líderes demonstra um esforço por parte do mundo corporativo em, pelo menos, trazer o entendimento de que não existe pessoa sem viés ou escolha imparcial e, através disso, ajudar a filtrar melhor as escolhas que geram maior impacto nos negócios e na sociedade em geral.”

Leia também:
Movimento Mulher 360, Insper, PwC e ONU Mulheres promovem evento para falar sobre vieses inconscientes no setor corporativo

  • http://www.melhoramiga.com.br Equipe Melhor Amiga

    Caros,

    Sou coordenador de mídia do potal MelhorAmiga.com.br e gostaria de cooperar com seus projetos. Podem retornar o contato no hugoroger(arroba)gmail.com.

    Obrigado,
    Hugo