Ir para o conteúdo [1]

Unidade de produção Nestlé abre com foco em diversidade, inclusão e igualdade de gênero

Compartilhe:
Associe-se e tenha acesso ao case completo

Quando surgiu a oportunidade de fazer uma nova fabrica no Brasil já era um consenso de que deveria haver diversidade, inclusão e equilíbrio de gênero. Outras fábricas da Nestlé já tinham apresentado dificuldades para atingir uma cultura mais inclusiva, e a nova fábrica trouxe também a esperança de começarmos um projeto inovador e totalmente diferente do que já havia sido feito. Nascer uma fábrica mais diversa, inclusiva e com equilíbrio de gênero era encarado como mais fácil do que mudar a cultura de uma unidade de produção já em funcionamento.

Assim se iniciou o projeto da nova fábrica de Montes Claros, as lideranças da empresa estavam engajadas em fazer um trabalho diferenciado seguindo o percurso descrito abaixo, e sabiam que teriam muitos desafios pela frente em cada uma das etapas:

  • Estudo da região e desmistificação do trabalho da mulher:
  • Mobilização dos talentos
  • Processo seletivo
  • Rota de capacitação
  • Inicio das atividades

Em dezembro de 2015 a fábrica foi inaugurada com 43% de mulheres, um sucesso se comparada às outras que contam com uma média de 6% de público feminino. Além desse reconhecimento, a unidade de produção virou referencia não só por ser mais diversa e inclusiva mas também por ter os menores índices de incidentes e controle de qualidade exemplar.