Ir para o conteúdo [1]

Sistemas de Acompanhamento como ferramenta para o avanço de mulheres na trajetória profissional

Compartilhe:
Associe-se e tenha acesso ao case completo

Em 2013, o Grupo Boticário começou a olhar de forma estruturada para o empoderamento feminino com a criação de uma frente de trabalho com atuação em equidade de gênero. A partir disso, foi identificado os gaps e compreendido que a empresa precisava avançar.

Dois anos depois, em 2015, o grupo assinou os WEPs com a ONU Mulheres e contratou uma consultoria para apoiar no trabalho de diagnóstico e métricas, já que a melhoria em todo processo de mensuração e acompanhamento deve ser continua e orgânica.

O trabalho foi dividido em duas frentes de atuação: processos e gestão. Além disso, métricas de contratação, retenção, desenvolvimento e desligamento também são analisadas. Todos os dados são fornecidos pela área de People Analytics. Como resultado, mais de 50% de mulheres ocupam os cargos de alta liderança (VPs) e 56% estão na coordenação e média gerência.