Ir para o conteúdo [1]

Mães deixam mercado de trabalho cinco vezes mais que pais após chegada dos filhos

Compartilhe:
Foto de uma mulher segurando seu filho no colo.

Conciliar as atividades profissionais à chegada de um filho costuma ser desafiador na vida de muitas mulheres. Uma pesquisa realizada pela Catho, com 13.161 respondentes, aponta esse dado na prática, afirmando que, após o nascimento dos filhos, mulheres deixam o mercado de trabalho cinco vezes mais do que homens. Segundo o levantamento, divulgado em maio deste ano, 28% das mulheres já abriram mão do emprego após a chegada dos filhos, enquanto, entre os homens, essa porcentagem chega a 5%.

Quando o assunto é o retorno ao trabalho, para as mulheres, o desafio costuma ser maior. Enquanto os pais quase nunca se afastam do trabalho após a chegada dos filhos, e a maioria retoma a carreira em menos de seis meses, o retorno profissional das mulheres é distribuído ao longo dos anos. Segundo o estudo, 21% das mães levam mais de três anos para que isso aconteça, enquanto a mesma situação acontece em apenas 2% dos homens.

Na parte da avaliação da participação da mulher em cargos de gerência, apesar da melhora na distribuição feminina entre diferentes cargos, a pesquisa mostra que as desigualdades permanecem. Em 2011, 22,91% dos cargos de presidente eram ocupados por mulheres; em 2017, esse número passou a ser de 25,85%. O estudo também apontou que as mulheres crescem na carreira em menor proporção que os homens.

Com informações da Catho.